Entrevista com Bruno Wernz Jr.- “A juventude tem que atuar pela oxigenação da política”

Aos 23 anos, o acadêmico de Direito Bruno Wernz Jr. decidiu , após conversas com amigos, que é hora de sair da zona de conforto e encarar novos desafios. No seu entendimento, a política é um dos  instrumentos de transformação e que deve ser utilizada, principalmente pela juventude. Destaca que os jovens são os responsáveis pelas mudanças a serem operacionalizadas em todas as áreas. Diz ainda que a juventude deve atuar com todas as forças, e ser protagonista, porque é ela quem oxigena a política, principal canal de pulsação da democracia.

Filho do empresário Bruno César Marca Wernz Silva e da servidora púbica Márcia Fernanda Prado Palácio, Bruno afirma ser pré-candidato a uma cadeira na Câmara Municipal de São Luís. Apesar da pouca idade, enfatiza está preparado para esse desafio, acrescentando que tem como principais bandeiras, a saúde e a educação. Nessa entrevista ao blogue, ele disseca suas propostas e as razões de suas intenções na política.

DR- O que está lhe motivando a esse desafio parlamentar?

BW – Sou atento aos problemas não só do Município e do Estado, mas também do Pais. Vejo os problemas na saúde pública, na educação e em outros setores do serviço. E a juventude tem que mostrar sua força, sua sensibilidade e participar das lutas, dos debates e das mudanças. Agir para o melhoramento da qualidade de vida dos menos favorecidos. E a política é um instrumento que permite se lutar por mudanças.

DR-  Já tem um partido definido para sua candidatura?

BW-  Ainda não. Estou estudando os programas de várias agremiações partidárias, para me filiar naquela sigla que tenha um programa que se identifique com meu ideário.

DR- Como a família está vendo seu engajamento na  política?

BW- De forma extremamente positiva. Meus pais, meus avós, meus irmãos, Artur e Sofia, além de primos e amigos da família estão dando o maior incentivo.

DR- Você fala da saúde como uma de suas principais bandeiras, mas estuda pra ser advogado. Quais as razões dessa defesa da saúde?

BW –Sou universitário de Direito, mas atuo na área da saúde. Vejo que o Brasil tem um grande sistema de saúde pública, que é o SUS, mas a demanda do setor é extremamente elevada, por conta das necessidades das camadas mais carente. Saúde é uma política pública de prioridade, mas é muito cara. Por conta disso, os recursos acabam por serem insuficiente para um atendimento de excelência, resultando em demora para a realização de exames, cirurgias e outros tratamentos.

DR- Quais seriam então sua sugestão para a reversão desse quadro?

BW- É bem aí que entra em cena o papel do político. O Congresso tem a prerrogativa de elaborar e propor mudanças em qualquer setor, até com remanejamento de recursos públicos. A saúde pública no Brasil está na UTI e é necessário que sejam processadas urgentes mudanças, para se acabar com o deprimente quadro de pessoas indo dormir em filas de postos de marcações de consultas e outras esperando às vezes até ano para serem submetidas a cirurgias. São cenários desoladores.

DR-E sua observação sobre a saúde na esfera municipal…

BW– Vejo que o prefeito da cidade está agindo  com muita sensibilidade nesse setor, embora saibamos que existem problemas, por conta da alta demanda e recursos insuficientes. Recentemente, tomou uma medida elogiável, ao mudar o atendimento do Socorrão II, na Cidade Operária, enquanto constrói um novo hospital. Há também, em andamento, programas e projetos na saúde do município de São Luís, que humanizam o setor.

DR- E quanto à questão da educação?

BW – A educação é a base do desenvolvimento. Nenhum país chega a se desenvolver se não houver um forte investimento nessa área. A Alemanha e o Japão saíram dos escombros da Segunda Guerra Mundial e chegaram ao grupo dos mais desenvolvidos porque priorizaram a educação. Temos que lutar por uma educação de excelência. Além do mais, tenho exemplo na minha própria família, sobre a força e a importância da educação.

O meu avô paterno, o desembargador Tyrone José Silva, é minha inspiração. Colho muito dos exemplos dele, me dá muita orientação. É um magistrado exemplar e sempre primou muito pela educação.

 

Deputado Yglésio denuncia trama para assassiná-lo envolvendo PM do Piauí

O deputado Yglésio Moisés denunciou, da tribuna da Assembleia Legislativa, uma trama para assassiná-lo, tendo como um dos envolvidos o sargento PM Salomão Fortes da Costa Júnior, integrante do BOPE do Piauí, que estaria montado campana na porta da residência de sua mãe, no Cohafuma.
“A campana durou uma semana. Vizinhos afirmaram que eram três pessoas, dentro de um veículo, fechado com vidro fumê. E esse policial, que estou identificando, tem pelo menos , três homicídios e outros processos que responde na Corregedoria da PM piauiense”, afirmou.
O parlamentar afirmou que o caso é sério, porque ele vem denunciando o crime organizado, como a Máfia Chinesa e o Jogo do Tigrinho no Maranhão.
“Ninguém vem pra cá para fazer brincadeira na tribuna. A situação é muito séria”, assegurou.

 

Veículo utilizado na campana 

Em 2023, Yglésio iniciou uma campanha contra jogos de azar e foi autor de uma Lei Est\dual, já em vigor , que prevê sanções para quem insistir em fazer propaganda de jogos de azar – apostas, rifas, caça-níqueis, roletas – em suas redes sociais ou na mídia tradicional
Influenciadores como Skarlete Melo e seu marido ganharam muito dinheiro para divulgar joguinhos de azar. Foram presos no período. Os pais da influenciadora, foram presos nesta quarta-feira, juntamente com três advogados numa operação da Polícia Civil.

 

 

PM Salomão, denunciado pelo parlamentar 

Yglésio iniciou suas denúncias contra os jogos de azar na internet ao perceber que jovens e até adolescentes estavam sendo manipulados por influenciadores digitais a fazer apostas nestas plataformas, perdendo muito dinheiro.
Ao aprofundar a investigação, o parlamentar descobriu que os tais influenciadores ganhavam dinheiro para manipular os seus seguidores a fazer altas apostas.
Com a nova lei, fica sujeito a multa que variam de R$ 10 mil a R$ 1 milhão quem usar suas redes sociais, canais de internet, outdoor’s, busdoor’s, TV ou qualquer tipo de plataforma para divulgar propaganda de jogos de azar.
Além das apostas tipo roleta ou caça-níqueis – como o Joguinho do Tigre – a Lei pune também divulgadores de rifas, bingos e qualquer tipo de aposta que caracterize pirâmide financeira.

CNJ afasta a desembargadora Nelma Sarney pelo prazo de dois anos de suas atividades no TJ

Por decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a  desembargadora Nelma Celeste Souza Silva Sarney Costa foi afastada por dois anos das atividades no Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA).

A decisão foi tomada pelo nesta terça-feira, 20, durante a primeira sessão da corte jurisdicional. Ela e o juiz Clésio Coelho Cunha foram acusados de favorecer um ex-assessor da magistrada para que fosse aprovado em um concurso de cartorários no estado.

A decisão questionada foi tomada por Clésio, em 2015, quando atuou na condição de substituto da desembargadora, durante as férias dela. O juiz corrigiu e alterou as questões do concurso público, concedendo mais pontos ao ex-assessor, que acabou aprovado e assumiu as funções como tabelião.

Ao voltar das férias, Nelma Sarney Costa confirmou a decisão e a encaminhou ao plenário do TJ-MA, que manteve a liminar. O mesmo aconteceu quando o processo chegou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Para a maioria dos conselheiros do CNJ, a desembargadora foi imprudente ao favorecer o ex-assessor. Já em relação ao juiz, ele foi absolvido das suspeitas de irregularidades, pois não foram encontradas provas de que agiu deliberadamente na decisão tomada.

O processo administrativo disciplinar (PAD) contra a dupla teve início em 2019. A desembargadora, que é cunhada do ex-presidente José Sarney, tentou ser ministra do Superior Tribunal de Justiça, em 2013, mas acabou preterida.

Apesar do afastamento, a desembargadora Nelma Sarney Costa continuará recebendo os salários atuais. Essa é a segunda pena mais grave no âmbito administrativo contra magistrados. A maior é a aposentadoria compulsória, na qual o juiz continua com os salários, mas é afastado em definitivo das atividades. Ela ainda poderá recorrer da decisão.

(O Bastidor)

Prefeitura de Raposa inicia campanha de vacinação contra a dengue nesta segunda-feira (19)

Imagem principal da notícia

A Prefeitura de Raposa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), deu início nesta segunda-feira (19), à Campanha de Vacinação contra a Dengue em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município. A primeira etapa visa imunizar crianças de 10 e 11 anos residentes na Raposa.

O esquema vacinal consiste em duas doses, com um intervalo de três meses entre elas. Pais ou responsáveis podem procurar uma UBS do município, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 16h, portando identidade oficial com foto, carteira de vacinação da criança, documento do responsável e comprovante de residência.

O prefeito Eudes Barros acompanhou o primeiro dia de vacinação na UBS do Sol Nascente e destacou a importância da prevenção diante do aumento dos casos de dengue no país. “Não podemos esquecer que os casos de dengue têm se intensificado de maneira alarmante. Por isso, é crucial nos prevenir, e a vacina veio com esse propósito. Elas salvam vidas! Estamos unidos em prol de uma cidade saudável e segura”.

A titular da SEMUS, Raidênia Barbosa, falou sobre a importância da campanha. “Vacinar é, antes de tudo, um ato de amor e cuidado. Portanto, pais, mães ou responsáveis, não deixem de procurar uma de nossas UBSs. Juntem-se a nós nessa luta pela prevenção e proteção.”

A coordenadora de imunização, Allana Lago, ressaltou o papel do Brasil como referência ao ser o primeiro país a oferecer gratuitamente a vacina contra a dengue, sendo a Raposa um dos cinco municípios maranhenses contemplados na primeira remessa. A campanha é uma medida crucial para combater essa doença.

 

Em presidente Vargas, Bruno Wernz prestigia lançamento da pré-candidatura de Diogo Viana

 


De camisa azul, Bruno Wernz entre o grupo de participantes do evento político 

Integrante de uma nova geração de lideranças que está emergindo e com futuras pretensões políticas, o jovem Bruno Wernz Jr. esteve participando de um grandioso evento político, na cidade de Presidente Vargas, por ocasião do lançamento da pré-candidatura do seu amigo, o vereador Diogo Viana a prefeito do município.

 

Bruno com Josimar de Maranhãozinho, Aluísio Santos, Detinha e Diogo Viana 

A manifestação política reuniu os deputados federais Josimar de Maranhãozinho (presidente de honra do PL), Detinha, o deputado estadual Aluísio Santos, o presidente estadual do partido, ex-deputado estadual Hélio Soares, prefeita Belezinha, do município de Chapadinha, além de outras lideranças políticas e comunitárias de Presidente Vargas e cidades vizinhas.

Bruno Wernz tem mantido conversações com integrantes dos mais variados segmentos da sociedade, onde mostra sua preocupação com a área da saúde, enfatizando que é um dos setores que mais necessita de um olhar diferenciado dos gestores, em todas as esferas de poder, e que deve ser priorizado pelo poder público.

 

Bruno Wernz e a prefeita Belezinha, da cidade de Chapadinha

Raposa recebe a primeira remessa da vacina contra a dengue; vacinação inicia na segunda, 19

Imagem principal da notícia

Chegou à cidade de Raposa, na tarde dessa quinta-feira (15), a primeira remessa da vacina contra a dengue. Na manhã de quinta, a secretária municipal de Saúde, Raidênia Oliveira, e a coordenadora de Imunização do município, Allanna Lago, participaram da abertura simbólica da campanha de vacinação, que aconteceu na Unidade Integrada José Giorceli Costa, em São Luís.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), cinco municípios prioritários realizarão, nesta fase, a aplicação da primeira dose (D1) da vacina contra a dengue, entre crianças de 10 a 11 anos. São as cidades maranhenses: São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Alcântara e Raposa, que recebeu 1.102 doses. O esquema vacinal da dengue será composto por duas doses, com intervalo de três meses entre elas.

A titular da SEMUS destacou importância da vacinação. “Com início nesta segunda-feira (19), as doses estarão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde do município, das 08h às 11h30 e das 13h30 às 16h. Contamos com o apoio dos pais para que levem seus filhos para se vacinarem, é muito importante. Também contamos com a colaboração de todos para combater o mosquito da dengue, seguindo as orientações dadas pelos nossos Agentes de Endemias”.

Carnaval 2024: Encontro de Blocos leva alegria ao bairro da Pirâmide

Imagem principal da notícia

Em um Carnaval tradicional e acessível como o de Raposa, a programação é pensada para todos os foliões. Por isso, nesta segunda-feira (11), foi a vez da Pirâmide receber a agitação e alegria dos 37 blocos carnavalescos locais. Crianças, adultos e idosos, embalados pelos hits do DJ Bruno Alves, percorreram as avenidas I e II do bairro, que se transformaram em palco para o terceiro dia de um espetáculo vibrante repleto de celebração.

O secretário de Cultura, Pereira Filho, destacou a intenção de resgatar o Carnaval tradicional para toda a família e em diferentes polos do município. “O Carnaval de Raposa é para todos. Por isso, além de realizarmos o Encontro de Blocos no centro da cidade, também trouxemos para o bairro da Pirâmide. Hoje é o penúltimo dia de festa, então vamos todos aproveitar cada momento com muita alegria e responsabilidade”, ressaltou.

João Ribeiro compartilhou sua experiência no Carnaval 2024 de Raposa. “Parabéns a todos os envolvidos na organização do Encontro de Blocos. Já é o segundo dia que estou participando, e o que todos podem perceber é que está tudo muito organizado e super divertido. E se uma coisa que posso dizer é que quem vem não se decepciona”.

Alegria, diversão e segurança marcam o primeiro dia do Carnaval 2024 de Raposa

 

Em um resgate da tradição, a Prefeitura de Raposa, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SECULT), abriu oficialmente, neste sábado (10), o Carnaval 2024 com o grandioso Encontro de Blocos. Ao som das antigas marchinhas e dos novos hits, 37 grupos carnavalescos locais se encontraram, colorindo as ruas da cidade com a energia contagiante da folia, que percorreu a Avenida Principal da cidade em direção ao Viva Raposa.

 

Com o objetivo de proporcionar ainda mais animação, o trajeto contou com trio elétrico, paredões de som, além da participação da Banda Trio Neon e do Dj Bruno Alves, que garantiram a agitação até as 00h. Para manter a tradição dos blocos carnavalescos, a Prefeitura de Raposa também entregou cerca de 4 mil abadas aos 37 blocos cadastrados, fortalecendo assim a identidade cultural da cidade e contribuindo para a segurança durante o evento.

 

“Estamos preservando nossa rica herança cultural, que são os blocos de rua, e fortalecendo importantíssimas tradições, promovendo uma festa alegre, colorida e muito segura. A Prefeitura nos deu o suporte necessário para que tudo seja feito da forma que todos os nossos foliões merecem, e o resultado tem sido esse, uma celebração incrível que reflete o compromisso da gestão com a cultura, a diversão e o bem-estar de todos. Esse é só o primeiro dia, ainda vamos festejar muito”, destacou o secretário de Cultura, Pereira Filho.

Thalita Santos, que participou do primeiro dia do Carnaval de Raposa, disse estar encantada com a organização da festa. “Carnaval bom é Carnaval que a gente pode se divertir sem medo. A Prefeitura está de parabéns, pois hoje estamos presenciando uma festa bonita, alegre e organizada. Estou aqui com meu filho, então, o que eu posso dizer é que o carnaval de Raposa é uma festa para toda a família”, afirmou.

Nos dias 11 e 13 de fevereiro, a concentração também acontecerá em frente ao Viva Capote, seguindo até o Viva Raposa. Enquanto na segunda-feira (12), os blocos se concentrarão na Pirâmide.

SEMED Raposa promove 1º Encontro Formativo da Educação em Tempo Integral 2024

 

Imagem principal da notícia

A Prefeitura de Raposa, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), realizou na manhã dessa quarta-feira (07), a formação inicial para gestores, supervisores e coordenadores pedagógicos das Escolas de Tempo Integral para 2024.

O evento ocorreu na Igreja Aliança Eterna e contou com a participação da secretária de educação, Verismar Gomes; da coordenadora geral de educação em tempo integral, Bruna Pereira; da coordenadora de educação em tempo integral (anos iniciais), Dayana Sousa; da coordenadora de educação em tempo integral (anos iniciais), Edilene Barros; da coordenadora de educação em tempo integral (anos finais), Auriane Vasconcelos; e do coordenador de educação em tempo integral (anos finais), Amarildo Sales.

Durante a capacitação, foram abordados temas como práticas educativas, currículo e horário integrado e rotinas das escolas de tempo integral, além de parâmetros operacionais e protocolos de gestão específicos para o contexto dessas escolas. Os participantes também desenvolveram atividades práticas que visam proporcionar uma compreensão mais profunda e aplicada dos conceitos discutidos.

Na ocasião, a titular da SEMED, Verismar Gomes explicou que o objetivo do encontro foi capacitar gestores e equipes escolares para trabalhar e implementar o modelo pedagógico e de gestão da Educação Integral nas 16 escolas em tempo integral do município.

“Essa iniciativa reforça o compromisso da SEMED em promover a excelência na Educação Integral em Tempo Integral, preparando as equipes gestoras para enfrentar os desafios e proporcionar um ambiente educacional enriquecedor para os estudantes”, afirmou a secretária de Educação, Verismar Gomes.

Operação da PF tem como alvo Bolsonaro, ex-ministros e militares

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi alvo da operação da Polícia Federal (PF) deflagrada nesta quinta (8).

A PF foi à casa dele, em Angra dos Reis, e apreendeu o celular de um de seus assessores, Tercio Arnaud Thomaz, que estava na residência.

Determinou também que Bolsonaro entregasse o passaporte. Como o documento não estava na residência, os policiais deram 24 horas para que ele o entregue.

“Saí do governo há mais de um ano e sigo sofrendo uma perseguição implacável”, disse Bolsonaro por vídeo à coluna.

“Me esqueçam, já tem outro governando o país”, segue o presidente.

Ele afirmou à coluna, por celular, que está ainda se inteirando das buscas e apreensões e das prisões e que não poderia dar mais declarações. “Estou tentando entender, parece que é um novo inquérito”, disse.

A PF deflagrou nesta quinta a Operação Tempus Veritatis para apurar organização criminosa que teria atuado na tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito para obter vantagem de natureza política com a manutenção do então presidente da República no poder.

Os policiais cumprem 33 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão preventiva em 10 estado e no Distrito Federal (DF).

Dois ex-assessores de Bolsonaro _.o coronel Marcelo Câmara e Felipe Martins _foram presos.

Há ainda medidas cautelares, como proibição de contatos entre os investigados, retenção de passaportes e destituição de cargos públicos.

Entre os alvos da operação estão os ex-ministros de Bolsonaro general Augusto Heleno (GSI), general Braga Netto (Casa Civil e Defesa), Anderson Torres (Justiça) e o ex-comandante do Exército Paulo Sérgio Nogueira, como mostrou a Folha. O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, também é alvo de busca e apreensão.

Na lista estão ainda o almirante Almir Garnier Santos, ex-comandante da Marinha, e o general Estevam Theophilo Gaspar, ligado a Paulo Sérgio Nogueira.

Além dos mandados de prisão preventiva contra Felipe Martins e Marcelo Câmara, um outro assessor, Rafael Martins, major das Forças Especiais do Exército, deve ser detido e está sendo procurado.

Ao todo, a PF cumpre quatro mandados de prisão preventiva e 30 mandados de busca e apreensão em 10 estados e no Distrito Federal. Entre os presos está o ex-assessor de Bolsonaro, Marcelo Câmara. O militar já era investigado no caso da fraude ao cartão de vacinação do ex-presidente.

Outro detido é Filipe Martins, ex-assessor para Assuntos Internacionais de Bolsonaro. Também é alvo de mandado de prisão Rafael Martins.

Entre os militares, são alvos o general Paulo Sérgio Nogueira, ex-ministro da Defesa e que comandou a investida do Exército contra as urnas, e o general Estevam Cals Theophilo Gaspar Oliveira, que era chefe do Comando de Operações Terrestres.

As medidas foram autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), no âmbito do inquérito das milícias digitais.

Segundo a PF, as investigações apontam o grupo investigado se “dividiu em núcleos de atuação para disseminar a ocorrência de fraude nas Eleições Presidenciais de 2022, antes mesmo da realização do pleito, de modo a viabilizar e legitimar uma intervenção militar, em dinâmica de milícia digital.”

Bolsonaro também foi proibido por Moraes de fazer contato com investigados na operação, deflagrada nesta quinta-feira (8). Entre os alvos de busca estão aliados civis e militares do ex-presidente.

São alvos de buscas:

  • General Braga Netto, ex-ministro da Defesa e da Casa Civil;
  • General Augusto Heleno, ex-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI);
  • General Paulo Sérgio Nogueira, ex-ministro da Defesa;
  • General Estevam Cals Theóphilo Gaspar de Oliveira, ex-chefe do Comando de Operações Terrestres do Exército;
  • Almirante Almir Garnier Santos, ex-comandante-geral da Marinha;
  • Anderson Torres, delegado da PF e ex-ministro da Justiça;
  • Valdemar Costa Neto, presidente do PL, partido de Bolsonaro;
  • Tercio Arnoud Thomaz, ex-assessor de Bolsonaro, conhecido como um dos pilares do chamado “gabinete do ódio”.
  • Ailton Barros, coronel reformado do Exército.