Saúde de Raposa é destaque no acompanhamento do programa Auxílio Brasil, antigo Bolsa Família

 

A Prefeitura de Raposa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou um intenso trabalho de acompanhamento na saúde de famílias inscritas no programa social Auxílio Brasil, antigo Bolsa Família. O excelente trabalho resultou em 76,57% de cobertura alcançada, número que ultrapassa a meta do próprio município e os resultados de todas as cidades da Grande Ilha de São Luís (São Luís 52,01%, São José de Ribamar 50,87%, Alcântara 38,27% e Paço do Lumiar 38,00%).

O resultado foi alcançado por meio de uma estratégia elaborada pelo próprio município com a contribuição de um conjunto de diversos profissionais: coordenadores, Agentes Comunitário de Saúde (ACS’S), e digitadores. A coordenação produz o mapeamento por localidade e distribui as demandas conforme a área de cada ACS, que por sua vez realizam a busca ativa dos beneficiários e providenciam o peso, altura e informações de vacina e pré-natal nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) ou em ações de saúde nas comunidades. O trabalho também conta com a força tarefa dos digitadores de cada UBS, o qual é extremamente importante para a alimentação e consolidação do banco de dados.

O Auxílio Brasil foi estabelecido para famílias em extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 100 por pessoa, e em situação de pobreza, com renda entre R$ 100,01 e R$ 200 por pessoa. No que diz respeito à Saúde, as condicionalidades são para crianças, gestantes e mulheres em idade fértil que devem ser pesadas. Devem ser pesadas, também, crianças entre 0 a 7 anos. Além disso, as gestantes precisam fazer o acompanhamento de pré-natal. Aqueles que não cumprirem esses requisitos terão o benefício bloqueado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.